BLOG DESTINADO A TREINADORES, JOGADORES, ARBITROS E DEMAIS AGENTES DESPORTIVOS LIGADOS AO HOQUEI EM PATINS. ESTE ESPAÇO TEM POR OBJECTIVO APRESENTAR E DISCUTIR TODOS OS ASSUNTOS LIGADOS Á MODALIDADE.O MEU E-MAIL É hoqueihoquei@sapo.pt

01
Set 06

CAROS COLEGAS E AMIGOS, TEMOS UMA NOVA ÉPOCA Á PORTA E UMA VEZ MAIS AS TAXAS APLICADAS PELA FEDERAÇÃO DE PATINAGEM DE PORTUGAL AUMENTARAM, SEI DE VÁRIOS CLUBES QUE PONDERARAM E PONDERAM A DESISTENCIA DAS PROVAS NO ESCALÃO DE SÉNIORES, A PERGUNTA QUE FICA É ESTA, PARA ONDE É QUE A FERDERAÇÃO QUER LEVAR A MODALIDADE?, OS CLUBES JÁ ESTÃO DE RASTOS E COM ESTES VALORES...

publicado por tecnico-tactica-hoquei às 23:37

Aos meus amigos treinadores e Atletas.
Não sou do contra, simplesmente digo algumas coisinhas que provocam mal estar (não sei porquê) devido ao protagonismo de algumas pessoas, que neste momento são prejudiciais para a contínua evolução da modalidade, mas que não vou aqui mencionar.
Em vez de constantemente andarem nos blogs a dar tácticas, situações de 2x2, HxH, defesa passiva ou activa, superioridade ou inferioridade numérica, táctica colectiva ou individual, etc., etc., etc... descesse-mos á Terra e fizesse-mos todos uma ánalise realista do actual estado do Hóquei em Patins a nível Nacional, já daríamos conta que faz tempo que não "limpamos" nada a nível Internacional. Porquê? Porque andam todos entretidos a discutir tácticas e teorias nos blogs e pouco ou nada fazem para inverter este estado de coisas. Pôr o dedo na ferida não é grave, pior é não a tratar. Não, não sou profeta da desgraça, calma lá, mas e a realidade actual dos clubes fala por si, estão de tanga. Porquê? Porque acabou-se o tempo das vacas gordas, e agora os que eram Clubes á bem pouco tempo, são agora clubezitos tesos, alguns com tradição na modalidade, outros nem por isso, mas onde treinar é missão impossível porque não dá visibilidade, e continuar-se assim não vai
haver sequer, dinheiro para a luz e água que se gasta nos treinos (das poucas) Escolas de formação. Compreendo que é muito dífícil para quem ganhava 500 agora ganhar 5 ou até nada, mas meus amigos eu antevia que assim iria ser, chegar o dia em que o Hóquei em Patins necessite de treinadores qualificados, e não os ter, porque não há "graveto". Como em tudo na vida, há os gostam de ganhar muito naquilo que fazem, e os gostam de fazer ganhando muito pouco, e alguns até nada. Estes sim, são os k gostam do Hóquei. Mas a procissão ainda vai no adro, e nós treinadores temos algumas culpas no cartório. Não me venham com a televisão, imprensa escrita, etc., porque nos tempos áureos da modalidade, os nossos pais ouviam os relatos na rádio em casa ou nos cafés, ganhamos tudo o que havia para ganhar e os pavilhões cá do burgo estavam lotados.
Agora não há dinheiro, não há palhaço. Poi é, agora o que é que eu vejo nos pavilhões, pouca gente a ver o hóquei, alguns pais de atletas, e regra geral uma dezena de treinadores á espreita de um possível mecenas que "caia abaixo do cavalo", e do primeiro que o acuda, para depois fazerem o que mais gostam, ganhar MUITO DINHEIRO. Actualmente a oferta sobrepõe-se á procura, porque efectivamente assiste-se, a um aparecimento meteórico de Treinadores de H. Patins nunca antes visto, porquê? O processo, planemento e metodologia do treino evoluiu muito, a estrutura organizativa e a formação também, mas o nosso hóquei genuíno passou de definitiva evolução a provisória afirmação. E então? Pavilhões ás moscas! Espanhóis e Italianos comem-nos de cebolada, andamos muito distraídos, ou então não sabemos mais? Copiá-los? Para quê? Ainda haverá ainda quem acredite que o genuíno H. em Patins tem muito para inventar?! A metodologia não será dentro dos mesmos parâmetros? Não será que adormecemos á sombra dos louros conquistados, e privilegiamos demasiados pormenores, e por isso temos as bancadas dos pavilhões ás moscas? Não sou lírico, quero o mesmo que todos regra geral querem, GANHAR JOGOS, mas olho em redor dos pavilhões e o cenário é desolador. Se os jogadores sentirem o mesmo (jogar para as bancadas) a química da motivação pode esvaír-se. Então deixemo-nos de peneiras porque meus amigos, o hóquei tem de ser efectivamente genuíno para todos e não para alguns, quando o era tínhamos verdadeiras selecções, verdadeiros craques e verdadeiros campeões. Concordo em pleno que se a Federação continuar com as taxas que regulamentou este ano, muitos clubes desistem da modalidade e acabam com ela. O modelo competitivo terá de passar a ser obrigatóriamente mais curto, meia dúzia de equipas na 1ª e 2ª Divisão e a 3ª, é mais do que evidente que acaba, ou será mais um mero contribuite a pagar "IRC" por conta.
A. Fernandes a 2 de Outubro de 2006 às 03:21

Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO